O que fazer em Barra do Garças.
O que fazer em Barra do Garças.

O que Fazer em Barra do Garças: O Paraíso das Águas do Mato Grosso

Barra do Garças, em Mato Grosso, é um refúgio que encanta com sua natureza exuberante, destacando-se como o Paraíso das Águas. Com serras repletas de cachoeiras, praias serenas, rios e águas termais, a cidade proporciona uma experiência única. Do Vale do Araguaia ao Parque Estadual da Serra Azul, cada canto revela beleza natural. Misteriosas grutas, o Porto do Baé às margens do Araguaia e a Serra do Roncador, marcada por lendas e mistérios, enriquecem a jornada. À noite, a cidade ganha vida cultural, sendo um destino predileto na temporada do Rio Araguaia. Barra do Garças aguarda para desvendar seus encantos e oferecer uma experiência memorável, onde a natureza, cultura e mistério se entrelaçam de maneira única.

ÍNDICE:

O que Fazer em Barra do Garças: 15 Melhores Passeios

1. Serra do Roncador

O que fazer em Barra do Garças: Serra do Roncador.
Serra do Roncador. Foto: Edevilson (wikipedia)

A Serra do Roncador, com seus 800 km de natureza exuberante, é um playground para os amantes de trilhas e paisagens deslumbrantes. Destinos como Dedo de Deus, Torres Gêmeas e a fazenda Furna do Mineiro são imperdíveis. Contrate guias locais para explorar com segurança e aproveite os mistérios dessa região mística.

2. Fazenda Recanto da Serra

Fazenda Recanto da Serra.  A Flutuação Azul das Águas é o grande atrativo do local.
Fazenda Recanto da Serra. A Flutuação Azul das Águas é o grande atrativo do local. Foto: @celsodorileo.

Localizada a 50 km de Barra do Garças, essa fazenda é um oásis na Serra do Roncador. Com oito cachoeiras cristalinas, como a imponente Cachoeira Azul, e atividades como flutuação e mirante do Morro Vermelho, a fazenda oferece um dia completo de aventuras.

3. Complexo do Bateia

Complexo do Bateia
Complexo do Bateia. Foto: Ricardo Manciolli / Secom-BG.

A 68 km da cidade, o Complexo do Bateia é um espetáculo natural com cânions, cachoeiras e poços. A Cachoeira da Bailarina, o Poço dos Duendes e a Ponte de Pedra são apenas algumas das maravilhas desse local que exige dois dias para explorar plenamente.

4. Parque Estadual da Serra Azul

Cachoeira Serra Azul.
Cachoeira Serra Azul. Foto: Bernardo Cassaro (wikimedia).

Esse parque, parte integrante da Serra do Roncador, a apenas 3 km do centro de Barra do Garças, oferece uma trilha de 2h30 que leva a cachoeiras deslumbrantes, como a Cachoeira da Usina e a Cachoeira Pé da Serra. A entrada é gratuita, proporcionando uma experiência acessível para os amantes da natureza.

5. Mirante do Cristo Redentor

Mirante do Cristo Redentor em Barra do Garças.
Mirante do Cristo Redentor. Foto: Divulgação.

O Mirante do Cristo Redentor fica no Parque Estadual da Serra Azul. Acesse o mirante de carro e suba os 1200 degraus da escadaria da fé para ser recompensado com uma vista panorâmica da cidade, da Serra do Roncador e de Aragarças. Uma jornada espiritual e visual.

6. Discoporto

Discoporto em Barra do Garças.
Barra do Garças: Discoporto. Foto: turismo.barradogarcas.mt.gov.br

Para os curiosos sobre o desconhecido, o Discoporto oferece uma experiência única. Localizado dentro do Parque da Serra Azul, esse aeroporto de discos voadores é um ponto adicional para inserir no seu roteiro.

7. Parque das Águas Quentes

Parque das Águas Quentes.
Durante o período de férias, o Parque Municipal das Águas Quentes está disponível diariamente, das 08h às 21h, com uma taxa de entrada acessível de apenas R$ 5,00. Foto: Divulgação.

Uma pausa relaxante em meio à natureza, o Parque das Águas Quentes oferece piscinas termais, toboáguas e rio da preguiça. Suas águas terapêuticas variam de 31°C a 43°C, proporcionando uma experiência única de relaxamento.

8. Cachoeira Cristal

Parque das Águas Quentes em Barra do Garças.
Parque das Águas Quentes. Foto: Divulgação.

A Pousada e Cachoeira Cristal proporciona um ambiente integrado à natureza, com várias cachoeiras e piscinas naturais. Oferece restaurante com pratos típicos regionais, porções e bebidas. Opções de quiosques com churrasqueiras para encontros familiares ou com amigos. Aberto de quinta a segunda-feira, das 09h às 18h. Entrada: R$ 20.

9. Praia do Bosque

Praia do Bosque.
Praia do Bosque. Foto: Divulgação.

Durante a estiagem, a Praia do Bosque surge, oferecendo oportunidades para banho e esportes aquáticos. Em 2023, será palco da maior temporada de praia da região, com entretenimento e shows.

10. Arco de Pedra

Arco da Pedra em Barra do Garças.
Barra do Garças: Arco da Pedra. Foto: Divulgação.

O Arco de Pedra, localizado na Serra do Roncador, no distrito Vale dos Sonhos, é um mirante impressionante com cerca de 300 metros de altitude. Oferecendo uma trilha envolvente e imersão total na natureza, esse ponto turístico proporciona uma vista espetacular, tornando-se uma experiência única para os visitantes em busca de aventura e contemplação da beleza natural da região.

11. Porto do Baé

Porto do Baé em Barra do Garças.
Porto do Baé. Foto: Marcelo Uemura.

Às margens do Rio Araguaia, o Porto do Baé é mais do que um ponto turístico. Com quiosques, restaurantes e vida noturna agitada, oferece uma visão deslumbrante do encontro dos rios.

12. Estância Favo de Mel

Estância Favo de Mel, Santuário das Araras.
Barra do Garças: Estância Favo de Mel. Santuário das Araras. Foto: Divulgação.

A 50 km de Barra do Garças, a Estância Favo de Mel é um paraíso natural com trilhas, cachoeiras e culinária local. Com opções de camping, wi-fi e guias, é uma experiência completa para os amantes da natureza.

13. Cachoeira Água Limpa

Barra do Garças: Cachoeira Água Limpa.
Cachoeira Água Limpa. Foto: Divulgação.

Localizada no Assentamento Serra Verde, essa cachoeira oferece um pacote completo. Com opções de day use, camping e hospedagem, é um local perfeito para relaxar e apreciar a natureza.

14. Gruta dos Pezinho

Gruta dos pezinhos em Barra do Garças.
Gruta dos pezinhos. Foto: Edevilson Arneiro.

A Gruta dos Pés, localizada entre a Serra Azul e a Serra do Roncador, destaca-se como um dos atrativos mais intrigantes do parque. Com inscrições rupestres de 4,5 e 6 dedos, apresenta pegadas nas paredes e no teto, revelando uma paisagem única. Além disso, a região abriga uma deslumbrante cachoeira de 45 metros, poços de águas cristalinas e uma vegetação nativa exuberante, especialmente de samambaias.

15. Fazenda Carajás

Fazenda Carajás em Barra do Garças.
Barra do Garças: Fazenda Carajás. Foto: https://turismo.barradogarcas.mt.gov.br

Na Serra do Roncador, a Fazenda Carajás é um tesouro de beleza natural. Com a impressionante Cachoeira São Francisco, o Salão dos Deuses e um mirante espetacular, é um fechamento perfeito para seu roteiro.

Como Chegar em Barra dos Garças

Barra do Garças, esse paraíso das águas situado em Mato Grosso, aguarda sua visita, e para facilitar a sua jornada, apresentamos as melhores formas de chegar até lá a partir de Brasília e Goiânia.

Partindo de Brasília:

De Carro:

Independente da rota escolhida, a BR-070 será uma constante em sua jornada. Se optar por essa rota, você passará por cidades como Águas Lindas de Goiás, Pirenópolis, Jussara, Montes Claros, Aragarças e, finalmente, Barra do Garças. É importante estar ciente de que alguns trechos da BR podem se tornar estradas de terra, embora breves, requerendo atenção. Recomenda-se abastecer o veículo ao atingir meio tanque, considerando a falta de estrutura em alguns pontos.

Dica: Não se preocupe se sentir um pouco perdido nos trechos de terra; é uma experiência comum.

Outra opção é a via BR-060 e BR-070, que, apesar de mais curta, envolve pedágios e pode levar alguns minutos extras. Já pela GO 010 e BR 070, um trajeto mais longo e não tão vantajoso.

De Ônibus:

A Viação Xavante oferece uma viagem de 10 a 12 horas partindo de Brasília até Barra do Garças.

De Avião:

Infelizmente, não há voos diretos de Brasília para Barra do Garças. O aeroporto local é de pequeno porte, recebendo voos apenas da Azul, com origem em Cuiabá.

Partindo de Goiânia:

De Carro:

O trajeto de Goiânia até Barra do Garças é mais curto, totalizando pouco mais de 380 km. Via BR-060 e BR-070, você passará por cidades como Trindade, São Luís de Montes Belos e Montes Claros, chegando à BR-070 em Aparecida do Rio Claro. Outra opção direta é pela BR-070, passando por Itaberaí.

De Ônibus:

As opções de empresas incluem Viação Xavante, Verde Transportes e Viação Satélite Norte, com viagens disponíveis.

Independentemente do meio de transporte escolhido, prepare-se para uma jornada entre 5 e 12 horas, dependendo da rota e das condições de tráfego. Lembre-se de levar lanches, água e garantir uma viagem confortável até esse destino paradisíaco no coração do Brasil.

Partindo de Cuiabá:

De Carro:

Viajar de Cuiabá a Barra do Garças de carro oferece uma experiência única pelas estradas do Brasil, com três rotas principais à escolha: a primeira e a segunda opção, via BR-070 e via BR-251 e BR-070 respectivamente, ambas com uma duração de cerca de 6 horas e 40 minutos e distâncias de aproximadamente 515 km e 519 km. A terceira opção, via BR-364 e MT-100, é a mais longa, com 641 km e cerca de 9 horas de viagem.

De Ônibus:

Para aqueles que desejam chegar a Barra do Garças partindo de ônibus diretamente da capital, Cuiabá, a opção disponível é através da Viação Rio Novo. O valor da passagem é de R$ 127,90, com a viagem tendo uma duração estimada de cerca de 10 horas. Esta rota oferece uma oportunidade de apreciar a paisagem e a vastidão do cerrado brasileiro, transformando a jornada em parte da experiência de explorar a região da Serra do Roncador.

Para alugar um carro, sugerimos o site RentCars. Para comprar passagens de ônibus, recomendamos o site da queropassagem.com.br.

Quando Visitar Barra do Garças

Há uma época especialmente encantadora para aproveitar as praias de água doce ao longo do Rio Araguaia: junho e julho. Esses meses, marcados pela estiagem, transformam a orla do Rio Araguaia em praias perfeitas para banhos refrescantes e a prática de esportes aquáticos.

A temporada de seca em Barra do Garças estende-se de maio a setembro, mas vale ressaltar que as condições climáticas podem variar. Em alguns anos, como o que precedeu nossa visita em maio, registrou-se menos chuva, proporcionando um cenário ligeiramente diferente. Independentemente disso, a beleza natural e as oportunidades de lazer são abundantes ao longo do ano.

Onde se Hospedar Barra do Garças

Verifique as tarifas diárias para duas pessoas em todos os estabelecimentos registrados no Booking.com. As tarifas podem variar de acordo com o período de pesquisa.

  • Casa de campo – Diária: R$ 88
  • Hotel da Gaúcha – Diária: R$ 145
  • Pousada Hotel Araguaia – Diária: R$ 150
  • Hotel Boa Viagem – Diária: R$ 260
  • Serra Azul Plaza Hotel – Diária: R$ 260
  • Pousada Casa Grande – Diária: R$ 290
  • Tawfiq´s Palace Hotel – Diária: R$ 298
  • ibis Barra do Garcas – Diária: R$ 299
  • Esplanada Palace Hotel – Diária: R$ 300
  • Pousada Encantos do Roncador – Diária: R$ 328
  • Hotel Colombo – Diária: R$ 350
  • Araguaia Hotel – Diária: R$ 371
  • Casa Temporada Espaço Vip – Diária: R$ 520
  • Espaço Monjolo – Diária: R$ 800

Conclusão

Barra do Garças, essa joia escondida do Centro-Oeste brasileiro, revela-se como um destino turístico completo, onde a natureza exuberante se encontra com experiências únicas. Ao explorar as serras repletas de cachoeiras, as praias formadas pelo Rio Araguaia e as águas termais relaxantes, os visitantes são imersos em um cenário de beleza inigualável.


Perguntas Frequentes (FAQ) sobre o que Fazer em Barra do Garças

1. Qual é a melhor época para visitar Barra do Garças?

A melhor época para visitar Barra do Garças é durante os meses de junho e julho, quando a estiagem torna as praias de água doce ao longo do Rio Araguaia ideais para banhos e esportes aquáticos. No entanto, a cidade oferece atrações incríveis durante todo o ano.

2. Quais são as opções de transporte para chegar a Barra do Garças?

Se você está partindo de Brasília, pode optar por viajar de carro pela BR-070, passando por cidades como Águas Lindas de Goiás e Pirenópolis. Outras opções incluem ônibus, com a Viação Xavante, ou voos da Azul a partir de Cuiabá.

3. Quantos dias devo reservar para explorar Barra do Garças adequadamente?

Recomenda-se no mínimo 4 dias para aproveitar totalmente as maravilhas naturais de Barra do Garças.

4. Onde posso desfrutar da culinária local em Barra do Garças?

Algumas opções gastronômicas recomendadas incluem o Buteco do Bicudo, conhecido pela deliciosa Peixada do Bicudo, o Tucunaré na Telha para uma experiência flutuante e a Pizzaria Coqueiro, que oferece pizzas saborosas.

5. Quais atividades noturnas estão disponíveis em Barra do Garças?

A noite em Barra do Garças pode começar no Porto Baé, ponto de partida para passeios pelo Rio Araguaia. A orla oferece quiosques com vista para a ponte, o rio e a vegetação da serra, tornando-se um ponto de encontro animado, especialmente ao entardecer.

Camiseta Turismo de Natureza em Mato Grosso

COMPARTILHE:

3 respostas

  1. A foto que ilustra a 4 parte Serra Azul, é de minha autoria. Essa cachoeira é de Bom Jardim distrito de Nobres MT

    1. Olá Marcos! Comentamos um erro ao selecionar a foto, já corrigimos e substituímos por outra. Agradecemos pelo retorno 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de TODOS os cookies.