Confira o que fazer em Piranhas: Turismo Ecológico e Cultural.
Confira o que fazer em Piranhas: Turismo Ecológico e Cultural.

O que fazer em Piranhas – Turismo Ecológico e Cultural

Piranhas é uma cidade histórica localizada no estado de Alagoas, que fica na margem do Rio São Francisco. A cidade é conhecida por sua arquitetura colonial bem preservada e pela rica cultura que retrata a história da região. Além disso, Piranhas oferece uma série de atrações turísticas em meio a natureza do Sertão. Neste guia, vamos mostrar o que fazer em Piranhas e ajudar você a descobrir os encantos desta cidade fascinante.

História

Piranhas, Alagoas. Foto: Divulgação.

A cidade de Piranhas possui uma rica história que remonta ao século XVII, quando era conhecida como Tapera. Conta-se que um caboclo pescou uma grande piranha em um riacho que ficou conhecido como “das piranhas”.

No entanto, a história da cidade é ainda mais antiga e remonta ao século XVI, quando ainda era conhecida como Porto de Piranhas e era um importante entreposto comercial que fortaleceu a navegação e o desenvolvimento da região do Baixo e Médio São Francisco.

Em 1859, o Imperador Dom Pedro II visitou a cidade e incentivou a navegação a vapor e a criação da estrada de ferro, trazendo mais prosperidade econômica para Piranhas.

A cidade já foi palco de um dos eventos mais marcantes da história do cangaço nordestino. A localidade ganhou destaque nacional em 1938, quando as cabeças de Lampião, Maria Bonita e nove outros cangaceiros foram expostas após terem sido mortos na Gruta do Angicos. Durante décadas, esses homens e mulheres vagaram pelo sertão nordestino cometendo crimes como assassinatos e sequestros.

Apesar de ter parte da sua história sombria, Piranhas é hoje uma cidade encantadora e um importante destino turístico em Alagoas, atraindo visitantes que buscam ecoturismo, turismo cultural e lazer.

Hoje Piranhas é o terceiro maior destino turístico de Alagoas, perdendo apenas para Maceió e Maragogi.

O que fazer em Piranhas: Ecoturismo e Passeios Culturais

1 – Centro Histórico

O que fazer em Piranhas, Centro Histórico.
O que fazer em Piranhas, Centro Histórico. Foto: Maria Hsu (Flickr)

O centro histórico de Piranhas é um verdadeiro tesouro da história e cultura brasileira. Ao caminhar pelas ruas de pedra, é possível sentir a atmosfera do passado e admirar a beleza das casas coloniais, muitas delas bem preservadas.

O bom estado de conservação das casas antigas rendeu a Piranhas o tombamento pelo IPHAN como Patrimônio Histórico Nacional.

2 – Museu do Sertão

O que fazer em Piranhas: Museu do Sertão.
Museu do Sertão. Foto: Luis Carlos Loureiro.

O Museu do Sertão em Piranhas é uma das principais atrações turísticas da cidade, especialmente para quem gosta de história. Ele está localizado na Antiga Estação Ferroviária de Piranhas e oferece uma oportunidade única de conhecer mais sobre a história da cidade e do cangaço.

O local tem grande valor histórico-cultural e a entrada custa apenas R$3,00.

3 – Cânion do Xingó

Cânion do Xingó.

O passeio pelo Cânion do Xingó é uma das principais atrações turísticas da região de Piranhas. A aventura começa com um passeio de catamarã ou lancha pelas águas do Rio São Francisco, onde é possível contemplar as belezas naturais da região e a grandiosidade do cânion, que é o 5º maior cânion navegável do mundo.

Durante o passeio, os visitantes podem mergulhar nas águas esverdeadas do rio e desfrutar de um refrescante banho. Ao chegar no local conhecido como “paraíso do talhado“, os turistas podem ainda apreciar formações rochosas impressionantes e a beleza única da paisagem. O passeio pelo Cânion do Xingó é uma experiência inesquecível para os amantes da natureza e da aventura.

Os valores dos passeios de Catamarã estão na faixa de R$ 115 e R$ 135, não incluso o almoço e tem duração em média de 3 Horas.

Os valores dos passeios das lanchas estão na faixa de R$ 160 e R$ 180, não incluso o almoço e tem duração em média de 3 Horas.

4 – Rota do Cangaço (Cangaço Eco Parque)

Cangaço Eco Parque. Foto: Divulgação.

O passeio pela Rota do Cangaço começa no atracadouro de Piranhas às 9h e oferece uma navegação com uma vista incrível do Velho Chico até chegar à primeira parada em Entremontes.

O passeio de catamarã custa R$ 80,00 por pessoa e possui uma duração de quatro horas e meia. Durante o trajeto, é possível conhecer o rendedê, bordado típico da região, e visitar a Grota de Angico, local onde Lampião e mais nove cangaceiros foram mortos em uma emboscada, já no município de Poço Redondo, em Sergipe.

As cidades que fazem parte da Rota do Cangaço são Entremontes, Piranhas e Delmiro Gouveia no Estado do Alagoas. Já no Estado do Sergipe são Canindé do São Francisco e Poço Redondo.

5 – Trilha da Linha Férrea

O que fazer em Piranhas: Trilha da Linha Férre. Foto: Lúcio Rosa (wikiloc).

A Trilha da Linha Férrea em Piranhas é um passeio cheio de história e aventura. O percurso, que segue os trilhos de uma antiga linha de trem e as margens do Rio São Francisco.

Durante o trajeto, é possível observar as paisagens do sertão alagoano, como a vegetação típica da região e as formações rochosas. Além disso, ao longo da trilha é possível visitar antigas estações de trem abandonadas e conhecer mais sobre a história da ferrovia e do desenvolvimento econômico da região.

O percurso pode ser feito a pé e possui aproximadamente 04 km (ida e volta).

6 – Trilha Vale dos Mestres

O que fazer em Piranhas: Vale dos Mestres.
O que fazer em Piranhas: Trilha Vale dos Mestres. Foto: Jackson Lima (Flickr)

O Vale dos Mestres está no município vizinho de Piranhas, o Canindé de São Francisco, já no estado de Sergipe. Portanto estando em Piranhas aproveite para conhecer este lugar singular e surpreendente.

O nome Vale dos Mestres faz referência a diversos sítios arqueológicos encontrados ao longo da trilha que segue por terra por cerca de 1200 metros pela margem sergipana do Rio São Francisco. Os povos antigos responsáveis pelas pinturas rupestres deste local ganharam o apelido de “Mestres”, sendo algumas pinturas datam de mais de 3000 anos.

7 – Trilha da Grota do Angico

Grota do Angico. Foto: Jackson Lima (Flickr)

A Grota do Angico é um destino imperdível para quem quer conhecer a história do Cangaço e também curtir a natureza do Sertão. O passeio é guiado por um(a) condutor(a) de turismo que leva o grupo por uma trilha de 1,5km com intensidade leve.

Durante a caminhada, é possível apreciar a vegetação da caatinga e conhecer mais sobre a história do cangaço na região. No final da trilha, encontra-se o local da emboscada onde Lampião e Maria Bonita foram mortos por policiais.

8 – Reserva Ecológica Castanho

Reserva Ecológica Castanho. Foto: Palo Brasil.

A Reserva Ecológica Castanho é um complexo turístico localizado na maior reserva particular de caatinga de Alagoas, que abriga uma vasta área de preservação ambiental, as margens do Rio São Francisco, sítios arqueológicos com pinturas rupestres de mais de 8 mil anos.

A reserva é recortada por vários cânions com cenários extraordinários, que incluem piscinas naturais e grutas com pinturas rupestres. Além disso, o empreendimento turístico é referência pela preservação do meio ambiente e busca desenvolver o ecoturismo sustentável.

9 – Mirantes de Piranhas

Mirante da Igreja e ao fundo Mirante Secular. Foto: Divulgação.

Os mirantes de Piranhas são uma atração imperdível para quem visita a cidade e deseja contemplar toda a beleza natural da região.

O Mirante da Igreja, possui uma escadaria de 265 degraus e é um dos pontos turísticos mais visitados da região. Localizado no topo, está a igreja de Nosso Senhor do Bonfim, e a vista compensa todo o esforço para chegar lá em cima.

Já o Mirante Secular, do outro lado da cidade, é ligado por uma escadaria com 387 degraus e oferece uma vista panorâmica para o centro histórico de Piranhas e para o rio São Francisco. É o lugar ideal para assistir ao pôr do sol.

O Mirante Secular também abriga o Restaurante Flor de Cactus, que oferece refeições deliciosas e vistas belíssimas.

Qual é a melhor época para visitar Piranhas?

Piranhas pode ser visitada o ano todo, mas a melhor época para conhecer a região é entre os meses de abril e setembro, quando o clima é mais ameno e as chuvas são menos frequentes.

Quanto tempo é necessário para conhecer Piranhas?

Recomendamos que os visitantes reservem pelo menos dois dias para conhecer as principais atrações de Piranhas e aproveitar as atividades locais.

Como Chegar em Piranhas?

Para chegar em Piranhas, cidade localizada na divisa de Alagoas com Sergipe, existem diversas opções.

Se você estiver em Aracaju, a capital sergipana, basta percorrer cerca de 210 km em uma viagem de carro que pode durar entre 3h30 a 4 horas.

Saindo de Maceió, a capital alagoana, o percurso é um pouco maior, com 270 km e aproximadamente 4h30 de duração.

Outra possibilidade é sair do Recife, em Pernambuco, em uma viagem de cerca de 450 km, que leva em torno de 7 horas.

A forma mais recomendada de chegar em Piranhas é partindo de Maceió, pela rodovia AL-220, em um trajeto que proporciona belas paisagens ao longo do caminho.

Caso prefira, é possível optar por contratar um passeio através de agências de turismo saindo de Maceió e Aracaju, que oferecem roteiros para conhecer a região e cidades vizinhas, como Canindé de São Francisco. Além de ser mais seguro, essa opção é econômica e permite aproveitar melhor a beleza do interior do estado.

Conclusão

Chegamos ao fim do nosso artigo sobre o que fazer em Piranhas! Esperamos ter conseguido transmitir um pouco do encanto dessa cidade incrível.

Piranhas é um lugar que oferece diversas opções de turismo cultural, com destaque para o seu centro histórico, que é Patrimônio Histórico e Cultural Brasileiro. A cidade também é rica em história e tradições, que podem ser vivenciadas através de passeios guiados e da visita a seus monumentos e casarões históricos.

Além disso, Piranhas é um destino ideal para quem busca o turismo ecológico, já que a cidade está cercada pela beleza natural do rio São Francisco e das caatingas. São diversas as opções de passeios que permitem ao visitante entrar em contato com essa natureza exuberante, como trilhas, passeios de barco e banhos nas águas do Velho Chico.

Em resumo, Piranhas é um destino que agrada a todos os tipos de viajantes, desde aqueles que buscam história e cultura até os que querem se conectar com a natureza. Por isso, se você ainda não conhece essa cidade encantadora, não perca mais tempo e programe já a sua visita!

COMPARTILHE:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em “Aceitar”, concorda com a utilização de TODOS os cookies.