Chapada das Mesas – O que fazer? 10 Passeios Imperdíveis

O Parque Nacional da Chapada das Mesas (MA) está entre as principais unidades de conservação do país. Conheça mais sobre esse destino surpreendente e se jogue!

O Parque Nacional da Chapada das Mesas (MA) foi fundando no final de 2005 para preservar a biodiversidade dos biomas brasileiros do Cerrado, Caatinga e Amazônia em seus 160 mil hectares de área.

O Santuário ecológico é uma das mais importantes unidades de conservação do Brasil e possui dezenas de cachoeiras, trilhas, mirantes, bosques, rios e formações rochosas com mais de 60 milhões de anos!

Além disso, a região é considerada um dos maiores polos de ecoturismo do país graças a quantidade e diversidade de atrações que levam os visitantes a entrarem em contato direto com a natureza e toda sua magnitude.

A fim de saber mais sobre esse destino magnífico? Opa! Continue a leitura!



O que fazer na Chapada das Mesas?

Morro do Chapéu

Morro do Chapéu na Chapada das Mesas Morro do Chapéu. Foto: Carlos Macapuna.
 

Paisagens exuberantes à vista! O Morro do Chapéu é considerado o maior símbolo da Chapada das Mesas e o ponto mais alto do local com quase 400 metros de altitude.

Por ser tão imponente, o local atrai milhares de adeptos do ecoturismo e turismo de aventura vindos do Brasil todo para fazer a trilha que leva ao cume do morro. A trilha, por sua vez, é tecnicamente curta – tem cerca de 500 metros –, mas é íngreme e tem muitas pedras soltas (tome muito cuidado) o que deixa o percurso bastante cansativo. Contudo, no final todo o esforço valerá a pena quando você chegar lá em cima e der de cara com uma vista de tirar o fôlego. Prepare-se!

Complexo Turístico da Pedra Caída

Complexo Turístico da Pedra Caída na Chapada das Mesas Complexo Turístico da Pedra Caída. Foto: Marconio Bezerra Pereira.
 

Quem chega ao Complexo Turístico da Pedra Caída se impressiona com a excelente infraestrutura do local. Com 12.600 hectares de área preservada, o espaço conta com estrutura hoteleira, restaurantes, piscinas, toboáguas, teleféricos e tirolesas. Como se não bastasse, possui diversas belezas naturais como cachoeiras, piscinas naturais, cavernas e cânions. Im-per-dí-vel!

Mais informações aqui.

Cachoeira Santa Bárbara

Cachoeira Santa Bárbara na Chapada das Mesas Cachoeira Santa Bárbara. Foto: Divulgação.
 

Detentora do título de maior cachoeira da Chapada das Mesas graças aos seus 76 metros de altura, a Cachoeira Santa Bárbara, localizada no município de Riachão, é uma das mais bonitas da unidade de conservação. A atração faz parte de uma área privada do parque que possui diversas cachoeiras, piscinas naturais, estrutura de hospedagem e atividades ligadas ao ecoturismo. Ah! Além da beleza estonteante, a Santa Bárbara chama atenção por uma singularidade: uma pedra gigante que remete uma santa dividi a queda d’água, formando um enorme véu. É ou não é singular? Vale muito a visita!



Portal da Chapada das Mesas

Portal da Chapada das Mesas Portal da Chapada das Mesas. Foto: Divulgação.
 

O Portal da Chapada das Mesas é um dos principais cartões portais do parque. A imensa abertura naturalmente esculpida na rocha em formato piramidal possui uma das vistas mais bonitas da região. Do local é possível ver a extensa vegetação do Cerrado e o imponente Morro do Chapéu. A trilha até o atrativo é de nível fácil e tem 640 metros de extensão. Sem dúvida uma das mais belas paisagens da Chapada das Mesas.

Parque Itapecuru: Cascatas Itapecuru e Itapecuruzinho

Parque Itapecuru: Cascatas Itapecuru e Itapecuruzinho Parque Itapecuru Cascatas Itapecuru e Itapecuruzinho. Foto: Adilson Zavarize.
 

Ideal para quem pretende recarregar as energias, o Parque Itapecuru conta, entre outras coisas, com duas cascatas: Itapecuru e Itapecuruzinho, também conhecidas como Cachoeiras Gêmeas. Em alguns pontos do local, as quedas d’agua formam pequenas praiais e ilhas – perfeitas para um descansozinho. Além disso a área conta com áreas de lazer, restaurante e chalés para alugar. Certamente um local para passar o dia inteiro relaxando e curtindo a natureza.

Mais informações aqui.



Cachoeira São Romão

Cachoeira de São Romão. Cachoeira de São Romão. Foto: Evandro Martin.
 

Considerada uma das maiores e mais belas cachoeiras da Chapada das Mesas, a Cachoeira de São Romão tem uma queda de 35 metros de altura. O destaque desta atração é o caminho que leva os turistas para trás da queda d’água, diretamente para uma gruta gigantesca. Um espetáculo à parte!

Encanto Azul

Encanto Azul na Chapada das Mesas. Encanto Azul. Foto: Divulgação.
 

Prepare-se para ficar frente a frente com um dos destinos brasileiros mais lindos de que se tem notícia: o Encanto Azul. A piscina natural de água cristalina e temperatura ambiente faz parte do Complexo Poço Azul, localizado no município de Riachão, e surpreende pela beleza e infraestrutura que possui. Para chegar até o início da trilha é necessário primeiramente alugar um carro 4×4, andar um bom bocado, suar um pouquinho e voilá: PARAÍSO! Sendo assim não conhece-la ao vivo está fora de cogitação, certo?



Poço Azul

Complexo Poço Azul na Chapada das Mesas Complexo Poço Azul. Foto: Divulgação.
 

O Complexo Poço Azul é considerado uma das seis maravilhas do estado do Maranhão. O local é extremamente conservado e quem vai se surpreende positivamente do começo ao fim do passeio. A atração faz parte de uma área privada, mas as atrações não são caras, viu? Então fique tranquilo(a). Vale ressaltar que conhecer a área requer uma pitada de fôlego, no entanto, quando se trata da Chapada das Mesas todo esforço é recompensado.

Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua

Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua. Foto: Divulgação.
 

Localizado na cidade de Filadélfia (TO), o Refúgio Ecológico Serra Torre da Lua é o atrativo perfeito para os amantes de ecoturismo e aventura. O local é indicado para fazer trilhas, escalaminhadas, tomar banho de rio, cachoeira… Uma verdadeira imersão na fauna e flora do Cerrado. Ah! Aproveite que a Serra Torre da Lua fica às margens do Rio Tocantins e assista a um pôr do sol diante dessa lindeza. Com toda a certeza vai para a lista de momentos inesquecíveis!

Pôr do sol no Rio Tocantins

Pôr do sol no Rio Tocantins Pôr do sol no Rio Tocantins. Foto: Diego Aragão.
 

Por fim assistir ao pôr do sol no Rio Tocantins é uma daquelas experiências que se leva para o resto da vida. O rio nasce no estado de Goiás, passa pelos estados do Tocantins (TO), Maranhão (MA) e Pará (PA), até chegar à foz do Rio Amazonas, onde deságua. Ele é o segundo maior rio brasileiro, ficando atrás apenas do Rio São Francisco. Atenção: Quando visitar a região, não deixe de dar um mergulho no Rio Tocantins – é revigorante.

O Parque Nacional da Chapada das Mesas é inegavelmente impressionante, né? Afinal você já tinha ouvido falar sobre ele ou foi a primeira vez? Já o conhece? Se sim, então deixe aí nos comentários outras dicas mais para se fazer por lá.