Como chegar na Ilha do Cardoso – Ecoturismo

Como chegar na Ilha do Cardoso em São Paulo

A Ilha do Cardoso

Como a Ilha Cardoso é um local de preservação ambiental, evitou-se a construção de inúmeras rotas até o lugar. Com isso, chegar até a ilha pode ser um trajeto um pouco complicado, mas não, impossível. Então fiquem ligados e confira sobre como chegar na Ilha do Cardoso.

A Ilha do Cardoso está na divisa de São Paulo com o Paraná, em um ambiente repleto de parques estaduais. Desse modo, o único município próximo, usado como ponto de acesso, é Cananéia.

Como chegar em Cananéia

como chegar na ilha do cardoso Como Chegar na Ilha do Cardoso via Cananéia.

Cananéia está a 245 km da capital de São Paulo. Em um trajeto de carro saindo pela rodovia Régis Bittencourt (BR-116) sentido Registro, levará o viajante até a Cananéia. Este percurso pode durar em torno de 4 horas, e logo não será mais possível seguir o trajeto por uma pista, e sim, por uma embarcação.

O acesso para Cananéia é feito por uma ponte, ao norte da ilha, ou por uma balsa, ao sul.

Como chegar em Cananeia pela ponte (Euclides Figueiredo)

O trajeto pela ponte é mais rápido que de balsa, portanto depois Registro, pegue a saída 478 para a SP-226, com indicação para Pariquera Açu, Iguape e Cananéia. Vá pela estrada por 27km até o acesso da Estrada Pref. José Herculano de Oliveira Rosa na rotatória, e por ela até Cananeia.

Como chegar em Cananéia por balsa

Depois de Registro pegue a saída 478 para a SP-226, dessa vez siga em frente até Itapintangui. Este percurso encontra-se mais afastado e pode causar atrasos.

Se for atravessar através de balsa, confira aqui os horários e preços da travessia.

Como chegar na Ilha do Cardoso

A Ilha do Cardoso está distribuída por núcleos, sendo os principais: O Marujá, onde fica a maior estrutura da ilha e é o mais procurado; O Perequê, mais próximo de Cananéia; E o Pontal do Leste, na extremidade sul da ilha.

Como chegar na Ilha do Cardoso: Escunas

Como Chegar na Ilha do Cardoso via escuna
Como chegar na Ilha do Cardoso via escuna. Foto: Divulgação.

As escunas são mais baratas, porém bem mais demoradas. O caminho até o Maraujá por exemplo pode levar mais de 3 horas. Durante a travessia, os turistas podem aproveitar passar o tempo observando os golfinhos e botos, algo comum na região.

Como chegar na Ilha do Cardoso: Speedboats ou voadeiras

Como chegar na Ilha do cardoso por voadeiras ou speedboats.
Chegando na Ilha do Cardoso por voadeiras.

Existem também os speedboats e que possui um preço um bem mais alto, porém poderá chegar no Marujá em menos de 1 hora. Esse translado funciona por meio de lotação, ou seja, somente sairá em direção à ilha, quando obtiver uma certa quantidade de passageiros, geralmente com 4 já saem.

Os preços dos speedboars variam bastante: pela quantidade de gente no barco, pelo núcleo de destino e pela época do ano.

Onde se hospedar?

Apesar de ser conhecida entre os turistas como um locar rústico, a ilha ainda possui seu charme. No entanto, por mais que seja um local com cenários exuberantes, as pousadas e hotéis não fazem o tipo luxuosas. Muito pelo contrário, presam pelo conforto, assim como manter não causar danos severos nas florestas com construções enormes.

O preço médio de uma diária nas acomodações locais varia entre R$130 à 300 reais. Porém, além das pousadas, o lugar possui a opção de camping. Para os mochileiros que querem estar mais em contato com a natureza e ao mesmo tempo, economizar. Para os viajantes que escolherem essa opção, poderão optar por um local que oferece casa principal como suporte, como acesso à banheiro e cozinha.

Considerações Finais

Ilha do Cardoso é um lugar para quem procura paz e quer estar em contato com a natureza. Atrações não faltam ao conhecer a ilha. São Passeios em cachoeiras, manguezais, costão rochoso, praias, vilarejos e muito mais. Agora que você já sabe chegar na ilha, confira o que fazer na Ilha do Cardoso.

Na alta temporada e feriados é recomendado reservar a pousada e os passeios com antecedência, pois existe o controle do número de visitantes na ilha.

Compartilhe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter